Québec City: Dicas Deste Adorável Pedacinho da França no Canadá

Se existe uma cidadezinha que merece com louvor o título de “Cidade Mais Fofa Ever!“, esta é Québec City. Eu desafio qualquer pessoa a não achá-la encantadora – sério, ela é unanimidade!

Pra deixar claro desde o início do post, a cidade de Québec está localizada em um estado homônimo, e por isso lemos sempre a palavra City pra se referenciar à ela com clareza. Mas como eu já me sinto super hiper mega íntima, daqui por diante vou citá-la apenas como Québec, ok?

Os pontos turísticos principais ficam bem próximos uns dos outros, portanto não há necessidade de se deslocar loucamente de carro. Eu confesso que sou daquele tipo turista fanática por caminhadas, mas em se tratando de Québec, todo mundo consegue caminhar por lá tranquilamente.

Dicas de Québec: Um Adorável Pedacinho da França no Canadá

Eu acredito que dois dias completos já são suficientes para você conhecer Québec e ainda incluir um passeio pelos seus arredores, mas isso, claro, vai depender do seu gosto pessoal! Se você for – diferente de mim – um daqueles turistas que adora passar longas horas visitando museus, fazendo refeições mais demoradas ou ainda prefira caminhar a passos mais lentos e entrando em cada lojinha que ver pela frente… Neste caso, considere adicionar um dia no seu roteiro!

É importante salientar também que, assim como Montreal, Québec City também é um local em que a língua francesa é predominante. Contudo, na cidade em si eu não tive absolutamente problema algum em me comunicar em inglês – o que não posso dizer o mesmo de Île d’Orléans que fica ali pertinho… mas isso é assunto para o próximo post.

Aqui abaixo eu vou citar os pontos turísticos indispensáveis em Québec e que seguem mais ou menos a ordem de roteiro da minha caminhada, considerando o Parlamento como ponto de partida.

AS PLANÍCIES DE ABRAÃO & A FORTALEZA (CITADELLE) DE QUÉBEC

As Planícies de Abraão é um dos lugares históricos mais significativos do Canadá. É o local em que os exércitos franceses e britânicos lutaram em diversas ocasiões na intenção de manter o controle sobre o continente norte-americano, até a decisiva conquista de 1759.

A propósito, o nome “Abraão” neste caso não vem do personagem bíblico (como eu pensava inicialmente), mas sim do fato de que as terras em questão eram originalmente de propriedade de um fazendeiro chamado Abraham Martin.

Dicas de Québec: As Planícies de Abraão

Hoje em dia, o lugar é uma enooooorme área verde que você pode dar uma bela caminhada, visitar os seus jardins ou quem sabe, fazer um piquenique nos seus gramados.

Dicas de Québec: É impressionante pensar que este lugar tão agradável um dia foi um campo de batalha!

É impressionante pensar que este lugar tão agradável um dia foi um campo de batalha!

Dicas de Québec: Ícone de SolAo final de tarde, fica a dica de que este é um ótimo local para se assistir ao pôr do sol!

Dicas de Québec: Pôr do Sol nas Planícies de Abraão

A Citadelle fica ali mesmo nas Planícies de Abraão, e é a maior fortaleza de construção britânica na América do Norte, compreendendo mais de 200 anos de história militar, hoje um patrimônio da UNESCO.

O exército francês iniciou a sua construção em 1693 e o britânico a finalizou em 1831. Mas se engana quem pensa que as fortificações foram construídas de fato para proteger as colônias britânicas do exército francês (ou vice-versa)! As estruturas já existentes foram apenas reforçadas; elas já tinham sido erguidas ali como forma de defesa caso as colônias americanas tivessem a brilhante ideia de invadir Québec! 

Dicas de Québec: Ícone de "Fique Atento"Se você estiver passeando por Québec na época do verão, não perca a cerimônia de troca de guarda que ocorre às 10 horas da manhã.

Até hoje você encontra os canhões por ali:

Dicas de Québec: Canhões na Citadelle de Québec

Você pode ainda fazer um tour guiado por lá – no site oficial você encontra os preços e demais informações do passeio!

Nós optamos por não entrar na Citadelle, então circulamos o local por um caminho alternativo que vale MUITO a pena conhecer. Ele se chama Promenade dês Gouverneurs e merece uma menção especial! Seguindo ali mesmo pelos gramados das Planícies de Abraão você encontrará o acesso à este passeio público suspenso que circula toda a Citadelle. São dez minutos de uma caminhada bem leve e descontraída, apesar dos penhascos realmente íngremes ao seu lado! Mas a visão da cidade, do Rio São Lourenço e da Ilha de Orleans são uma recompensa digna!

Dicas de Québec: Um Passeio Pela Passarela Suspensa da Promenade dês Gouverneurs

Dicas de Québec: Visão da Passarela Suspensa / Passeio Público

Ao final dessa caminhada você estará na plataforma do Terrasse-Dufferin. Lá você terá uma visão espetacular do rio São Lourenço e da Cidade Baixa (a Velha Québec que mencionarei adiante neste post) e claro…

Quando você menos espera, você está diante do único… do espetacular… do esplendoroso…

Dicas de Québec: Diante do Terrasse-Dufferin

Dicas de Québec: No Terrasse-Dufferin, diante do Château Frontenac

CHÂTEAU FRONTENAC: o cartão postal da cidade

Ele! Apresento pra vocês o cartão postal da cidade: o estonteante hotel Château Frontenac!

Dicas de Québec: Château Frontenac - o hotel mais fotografado do mundo

Você sabia que o Château Frontenac é o hotel mais fotografado do mundo?

Eu confesso que antes de viajar, quando eu pesquisava informações a respeito de Québec, na teoria eu achava um tanto estranho uma cidade ter como sua maior referência um “hotel”! Vai dizer que não soa esquisito?

Contudo, quando você se depara com o “digníssimo” bem diante dos seus olhos, não restam dúvidas do motivo! Além da arquitetura que remete à um castelo (por sinal, château significa “castelo” em francês!) e da sua imponente localização e visão de toda a parte superior da cidade, a história por trás das paredes do Château Frontenac é interessantíssima!

UM POUQUINHO DE HISTÓRIA:

Construído em 1893, em seus 124 anos o Château Frontenac já foi a residência oficial do primeiro-ministro, já organizou duas conferências de guerra e em 1953 também estrelou o filme de Alfred Hitchcock chamado “I Confess”.

Mas foi um evento notável chamado de “Conferência Quadrante” que situa o Château Frontenac na história mundial. Em agosto de 1943, reuniram-se no hotel em mais alto sigilo o primeiro ministro britânico Winston Churchill, o presidente americano Franklin D. Roosevelt e o primeiro-ministro canadense Mackenzie King, juntamente de seus principais conselheiros em questões da Marinha, Exército e Força Aérea. O motivo? Coisinha básica”! A reunião serviu “apenas” para esquematizar todos os planos de invasão à Normandia – o famoso dia “D” que deu início à vitória dos países aliados na Segunda Guerra Mundial. Uma atmosfera de amizade e cooperação completa foi gerada nesta ocasião e a crença na vitória foi firmemente estabelecida.

E com o forte esquema de segurança montado, o pessoal da cidade começou a suspeitar que havia algo estranho acontecendo por ali, mas então espalhou-se um boato de que o Papa estaria visitando a cidade. #SabeDeNadaInocente

Dicas de Québec: Château Frontenac no início do século XX

Château Frontenac no início do século XX. – fonte

Dos 170 quartos originais, o hotel foi ampliado várias vezes e em 1924 foi adicionada a sua torre de 18 andares. Hoje o Château Frontenac pertence ao grupo hoteleiro Fairmont e atualmente dispõem de 605 quartos.

Caso você queira se sentir parte da história e se hospedar por lá, pode consultar os preços aqui!

Mas aqueles que não querem pagar por uma e$tadia por lá também podem tirar uma casquinha do prédio histórico e visitar o lobby do hotel. Dá pra dar uma olhadela básica nas características art-déco do local e também tirar algumas fotos pra posar de ryco pros seus amigos guardar pra posteridade. E não se preocupe que os seguranças de plantão já estão bem acostumados com a turistada fazendo isso!

Se você quiser ir mais a fundo, pode fazer um tour guiado (em inglês) onde eles contam em primeira mão (e trajando roupas típicas!) sobre os babados da época – o pessoal que circulava por lá, os eventos históricos e toda a história de desenvolvimento do hotel ao longo dos anos. Custos e demais informações você encontra no site oficial clicando aqui.

Mas você pode ainda fazer como eu! Não fiz o tour guiado mas me esbaldei em tirar fotos na plataforma suspensa que fica na área externa do hotel. Ah! E também posso dizer de boca cheia que eu já tomei um chai latte delicioso no Starbucks que fica ali mesmo no Château Frontenac! 🙂

PERCORRENDO A VELHA QUÉBEC (VIEUX QUÉBEC)

Sem dúvidas, a Cidade Baixa (Basse Ville) é a parte mais interessante de Québec!

E estando localizada bem de frente ao Château, você tem 2 opções para descer à esta área:

Dicas de Québec: Dúvida Cruel: Funicular ou Escadas?

  • Descer com charme pelo teleférico de 1879 (ou funicular, como o chamam);
  • Ou descer à moda antiga… pelas escadas!

Se você está na dúvida, aviso desde já que a tal escadaria é conhecida pelo nome de Break Neck (Quebra Pescoço)! Isso talvez o faça querer optar pela via mais fácil! 🙂 Mas é claro que é só uma brincadeira – ela nem é tão vilã assim!  A minha dica é: caso queira utilizar o funicular ao menos uma vez para anotá-la em seu caderninho de “experiências vividas”, opte pelo óbvio: desça pelas escadas e depois volte à Cidade Alta pelo funicular – que tal?

Uma vez na Parte Baixa, você verá que ela é repleta de ruas charmosinhas só é frequentada por pedestres. E estando ali, permita-se caminhar e se perder pelas ruelinhas. A área (infelizmente) não é muito grande e pra dizer bem a verdade, não adianta eu te dizer “ande por aqui, ande por ali“. Vai por mim: você vai conseguir se localizar super fácil e vai andar por toda a região sem perder nenhuma atração – basta ir por uma rua, depois descer pela outra e explorar as transversais. Assim não tem erro!

Por hora, posso antecipar algumas coisas que você vai encontrar por lá:

  • O Quartier Petit Champlain é a ruazinha de entrada à essa área histórica de Québec que fará você se sentir dentro de um pequeno vilarejo. Uma ruela fofa e recheada de lojinhas, galerias, cafés e restaurantes. Ali conhecemos um lugar chamado La Petite Cabane à Sucre onde experimentamos um Maple Taffy – um tipo de pirulito feito com a seiva do maple (ou xarope de bordo como o chamam mas confesso que sempre achei essa tradução bem esquisita!). O maple endurece ao contato com a “neve”. É deliciosamente doce!

Dicas de Québec: Maple Taffy

  • E já que estamos falando de doces, ali nas imediações da Avenida Boulevard Champlain, tem uma lojinha de doces que é super famosa por todo o Canadá: o Queues de Castor em francês, Beaver Tails em inglês ou no bom e velho português – Caudas de Castor devido ao formato do “pastelzinho”. É delicioso!

Dicas de Québec: Caudas de Castor

  • A Place Royale também merece uma menção à parte! É uma pracinha super agradável – cinematográfica até! – e o berço da colonização francesa. É o marco zero: foi exatamente neste local que a cidade de Québec foi fundada em 1608. Ali você também pode ver e entrar na bela igreja Notre-Dame-des-Victoires de 1687.

Dicas de Québec: Notre-Dame-Des-Victoires

Dicas de Québec: Place Royale

  • A poucos passos de distância dali (Rua Notre-Dame) você também poderá observar um painel de parede enorme chamado La Fresque des Québécois o qual retrata personagens e eventos históricos em cenas do cotidiano que contribuíram para o desenvolvimento da cidade. Você pode ficar um tempão observando cada detalhe e sempre verá algo diferente! Uma obra de arte para todos desfrutarem!

Dicas de Québec: La Fresque des Québécois

OS MUROS DA CIDADE

Você sabia que Québec é a única cidade murada da América do Norte?

E nem precisa anotar “endereço” algum; quando você vier até a Velha Québec, você certamente passará pelos muros! (Mas tudo bem… se você insiste em um endereço para pôr no Google Maps, anote aí: em frente ao Parlamento na Rua Saint-Louis. Não tem erro!)

É importante salientar que o lugar apresenta uma beleza distinta durante o dia e a noite, sabe? Vale muito a pena dar uma passadinha por lá nas duas ocasiões!

Dicas de Québec: Diante dos Muros de Québec

Dicas de Québec: Os Muros de Québec à noite

E você pode ainda explorar a parte de cima dos muros! 😉

Dicas de Québec: Pulando o Muro

Dicas de Québec: Em cima do Muro

Sabe aquela que nunca se decide e fica sempre em cima do muro? Sou eu… literalmente! 🙂

O MERCADO PÚBLICO DE QUÉBEC

A área portuária antiga da cidade (Vieux-Port) oferece um passeio agradável à beira do rio Saint-Laurent pela marina, mas além disso, é ali que se localiza o Mercado Público da cidade – o Marché du Vieux-Port .

Uma versão bem menor que o mercado público de Montreal (falei sobre ele aqui!) mas absolutamente não menos interessante! Super limpo e organizado, com todas aquelas variedades de frutas, verduras e vegetais de cores vibrantes (e não digo isso só porque o gramado do vizinho é sempre mais verde – aqui é realmente verdade!), uma infinidade de pães, vinhos, queijos e quitutes apetitosos! E claro; haja maple disso e maple daquilo!

Dicas de Québec: O Mercadão de Québec

Local é imperdível para os apaixonados por cozinha – tanto pra quem prepara quanto pra quem só prova!

Enfirm… Québec é realmente apaixonante.

E eu volto a reafirmar: eu te desafio à não gostar de lá! Topa o desafio? Pois vá e comprove! 🙂

No próximo post vou falar sobre dois passeios bem diferentes que ficam um pouquinho mais afastado da cidade mas que são igualmente imperdíveis!

Dicas de Québec: Pôr do Sol visto das Planícies de Abraão

Cidade: Québec City, Québec
Tempo na Cidade: 2 dias completos
Época / Estação: Outubro / Outono
Clima: Friozinho ameno e agradável

Que tal salvar a foto abaixo no seu painel do Pinterest PARA guardar esTe post como inspiração para uma viagem futura? 🙂

Dicas de Passeios na Adorável Québec City

Viaje com Desconto

Se este post te ajudou, utilize os links abaixo para programar a sua viagem!

Você ajuda o blog e não paga absolutamente nada a mais por isso! 🙂

Que tal pesquisar pelos preços das passagens aéreas mais em conta no dia? Clique aqui e garanta a economia!

HotelReserve o seu hotel em qualquer lugar do mundo pelo Booking ou pelo Hoteis.com clicando nestes links e durma sossegado!

SeguroO seguro morreu de velho! Contrate um seguro de viagem e viaje tranquilo! O pagamento pode ser feito em até 6 x sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto!

Carro Quer alugar um carro para aquela road-trip sensacional? A cobrança é feita em reais, sem IOF, em até 12 x sem juros no cartão ou com 5% de desconto no boleto!

Chip de CelularE claro… fique sempre conectado durante a sua viagem adquirindo com antecedência um chip para uso no exterior!

(Visited 147 times, 1 visits today)

2 comentários sobre “Québec City: Dicas Deste Adorável Pedacinho da França no Canadá

    • vivajando disse:

      Oi Guilherme! Sim, tens toda razão! Foi um equívoco mesmo (dá pra notar pelas folhagens avermelhadas nas fotos, né? rs) Acabei de ajustar o post – muito obrigada pelo alerta! Um abraço! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *